Perca o medo de fazer vídeos

O aumento da relevância dos vídeos nas campanhas de marketing apareciam como tendência há algum tempo. Hoje esse é o nosso presente!

Em 2015, Mark Zuckerberg anunciou que o Facebook gerava 8 bilhões de visualização de vídeo por dia. O Snapchat, uma rede social nativa de vídeos (com 15x menos usuários que o Facebook), gerava mais de 7 bilhões de visualizações por dia. Carinha de espanto!

E por que o vídeo é tão consumido? Porque é fácil!

Basta pegar o celular, assistir a alguns minutos de conteúdo e sair com mais informações na cabeça. De acordo com o Youtube, o consumo de vídeos no mobile cresce 100% a cada ano. E isso já se mostra no comportamento das pessoas. De acordo com a Agência Invodo, 92% dos consumidores compartilha vídeo com outras pessoas. E 59% dos executivos preferem ver um vídeo a ler um texto, segundo a Forbes.

Esse comportamento é muito importante para as campanhas de marketing. Quem consegue entender o seu público e fazer vídeos que falem o que os consumidores querem ouvir colhe grandes resultados. Quer alguns exemplos? Em uma página de landing page, incluir um vídeo pode aumentar a conversão em até 80%. Em um e-mail, o vídeo aumenta de 200% a 300% as taxas de cliques.

Mas como fazer vídeos para o meu público-alvo?

Bom, não tem receita de bolo. Cada empresa precisa pensar no que funciona para o seu público. Ainda assim, vale seguir alguns passos. O Web Vídeo Marketing Blog estabelece 6 dicas bem legais para pensar o conteúdo dos vídeos para sua empresa. Eu dei os meus pitacos e trouxe para vocês:

Passo 1: entender o serviço ou produto que você oferece, e conhecer bem o seu público-alvo. Isso é essencial para saber quem está ouvindo você, como ele consome vídeos e o que ele está procurando.

Passo 2: decida temas e tópicos. Aqui você deve escrever o que você quer falar e depois produzir isso da maneira mais atrativa que conseguir, tanto na linguagem como no formato. As pessoas precisam ficar interessadas, instigadas pelo seu conteúdo. Você precisa merecer o play.

Sabia que os conteúdos mais populares de vídeo são: comédia (39%), notícias (33%) e música (31%)? Será que isso funciona para o seu público?

Passo 3: crie o conteúdo e publique. Publique e divulgue bastante o seu conteúdo! Não tenha vergonha e certifique-se de que o vídeo está fácil de acessar/compartilhar.

Aliás, publicar vídeos diretamente no Facebook gera muito mais engajamento do que aqueles embedados de sites como o Youtube. Isso vale se você busca aumentar o engajamento da fanpage. Mas o Youtube é ótimo se você busca posicionamento, pois o conteúdo fica armazenado lá e pode ser acessado através dos buscadores do Google sempre que alguém pesquisar a palavra-chave. O conteúdo, portanto, vai continuar gerando views infinitamente. No Facebook isso não acontece, é impossível achar os vídeos na opção de busca…

Passo 4: atualize o seu canal no Youtube com certa frequência. Começar um projeto e não continuar pode ser um tiro no pé. Outra coisa legal é a cada 3 ou 6 meses atualizar seus vídeos antigos. Vale editar ou acrescentar novos efeitos.

Passo 5: empenhe-se em converter seus espectadores em consumidores. Essa parte é difícil mas é importante! Vale usar call to action, coletar e-mails dos espectadores e enviar newsletters e usar outras estratégias de marketing.

Você precisa mostrar aos seus espectadores que sabe do que está falando. Se for sincero e o seu produto ou serviço for de qualidade, muita gente vai querer comprá-lo ou contratar o serviço que está oferecendo.

Passo 6: avalie, mensure, atualize e avalie novamente. Uma estratégia de vídeo não é estática. Precisa estar sempre em movimento para entender qual é o caminho certo para seguir adiante.

E fique atento. Para criar engajamento com os espectadores você não precisa de grandes produções. Vídeos feitos com celular, editados de maneira clara e com um conteúdo verdadeiro também agradam o público. O importante é que você conte a sua história de forma sincera e autêntica! Siga os valores da sua marca.

Se você vende um produto, por exemplo, um canivete suíço. Que tal fazer uma série de vídeos com o seu celular mostrando como ele pode ser útil? Pode ser uma boa maneira de começar o negócio.

Gostaram? Bem que esse texto poderia ter sido gravado, heim?! Façam seus comentários! Vamos adorar aprender com a experiência de vocês! <3

 

Beatriz Valle é gestora da BValle e fica de olho em opções bacanas para gerar mais resultados aos clientes.